Mais Lidas
Programa de capacitações é fruto da articulação entre a SEMED e os grupos culturais. 23/11/2021 14:47

SEMED e Pontos de Cultura de Pirapora articulam projetos para valorizar a identidade barranqueira

Autor(a): Ascom Foto: Divulgação

Neste final de novembro e início de dezembro, a Secretaria Municipal de Educação - SEMED e grupos culturais de Pirapora realizarão diversas oficinas para os educadores da rede municipal de ensino. Essas aulas serão ministradas por artistas dos pontos de cultura, Biblioteca Comunitária Tamboril e Cia de Danças Zabelê.

O programa de capacitações é fruto da articulação entre a SEMED e os grupos culturais que estão desenvolvendo projetos apoiados pela Secretaria Estadual de Cultura, por meio da Lei Aldir Blanc, e também pela FUNARTE, por meio do Edital Funarte Descentrarte. As oficinas tem como objetivo estimular a valorização e promoção da cultura de Pirapora, nos projetos pedagógicos desenvolvidos nas escolas municipais.

O Clube Literário Tamboril desenvolverá a oficina “Pirapora: meu lugar, minha história”, que aborda temas como memória, cultura popular e a história da cidade. Além das oficinas, serão doados para os educadores e alunos das escolas participantes livros de escritores locais, que trazem como protagonistas crianças, pescadores, carranqueiras e personagens míticos que vivem nas Barrancas e no Rio São Francisco.

Ao todo, mais de 1500 exemplares dos livros publicados pelo Tamboril serão distribuídos para os alunos com idade entre de 6 a 12 anos, que terão a oportunidade de conhecer os escritores e ilustradores, além de desfrutar da literatura barranqueira em verso e prosa.

A Companhia Zabelê também desenvolverá oficinas que vão abordar o folclore, as danças e as manifestações da cultura popular, como a contação de histórias, as brincadeiras e os folguedos. Ao compartilhar esses conhecimentos com os docentes do município, o Ponto de Cultura de Pirapora acredita que estará estimulando os educadores a abordarem a cultura popular nos conteúdos e demais atividades desenvolvidas nas escolas.

Para o professor Samuel Silva, da coordenadoria de Ensino da SEMED, essa articulação com os pontos de cultura de Pirapora faz a roda da ´Ação e Reconstrução` girar com mais alegria, assertividade, sentimento de pertencimento e, acima de tudo, coragem.

Segundo a Secretária de Educação, Jaqueline Guimarães a educação e cultura precisam estar em diálogo permanente. “A efetivação dessas parcerias tem dado um novo tom à formação dos nossos educadores e dos alunos”, comentou a secretária.

Banner