Mais Lidas
SAAE realiza coleta no Rio São Francisco 16/10/2019 13:24

Ponto final: rejeitos não contaminaram o rio a jusante da represa de Três Marias

Autor(a): Ascom SAAE Foto: Tiago Rodrigues

O SAAE-Pirapora divulgou no início desse mês os resultados das análises feitas nas águas do Rio São Francisco, as amostras foram coletadas em cinco pontos diferentes do Velho Chico, no começo de setembro, durante a Expedição Científica Amigos das Águas, que percorreu o rio de Três Marias a Pirapora, um trecho de aproximadamente 150 quilômetros.

A equipe da autarquia coletou amostras abaixo da represa de Três Marias, nos afluentes rio De Janeiro e Rio Abaeté, no Córrego Formoso e acima do Balneário das Duchas em Pirapora. “Em cada ponto coletamos uma amostra e a partir dela analisamos 15 parâmetros diferentes. Esses resultados dirão se a qualidade da água está de acordo com a legislação em vigor”, esclareceu o biólogo do SAAE, Patrick Nascimento Valim.

Segundo Valim, as amostras foram enviadas para um laboratório da cidade de Araxá, que presta serviço para o SAAE. “Esse laboratório comparou os resultados obtidos com a legislação ambiental - resolução CONAMA 357 - e também com a portaria de Consolidação nº 5 do Ministério da Saúde, que trata da potabilidade da água”, explicou Valim.

De acordo com o biólogo do SAAE, os resultados são ótimos, pois os valores encontrados em cada parâmetro são menores do que a legislação exige, ou seja, as amostras atendem a legislação ambiental e consequentemente não causavam mal à saúde. “É uma notícia muito boa, porque em anos anteriores, a gente achava um ou outro parâmetro acima do que a legislação permitia, porém, este ano, a gente não observou nenhum parâmetro acima. Isso demonstra que a qualidade da água do Rio São Francisco e dos afluentes, neste trecho, está melhor”, observou Patrick.

Apesar da ótima notícia, os colaboradores do SAAE informaram que o monitoramento da qualidade da água do Velho Chico seguirá normalmente, de acordo com uma agenda pré-estabelecida. Este acompanhando é importante para determinar se essa melhora é pontual ou se será contínua.

Para o diretor geral do SAAE-Pirapora, Esmeraldo Pereira, os resultados são excelentes e só atestam o que a autarquia já vinha divulgado durante o ano. “Nossa participação nesta expedição é muito importante e neste ano não foi diferente, talvez a expectativa fosse grande por causa do rompimento da barragem de minério em Brumadinho, que contaminou o Rio Paraopeba, afluente do São Francisco, pois existia uma grande preocupação que os rejeitos chegassem ao Velho Chico. E os resultados mostram que não há contaminação”, ratifica Esmeraldo.

O diretor do SAAE lembra que após a tragédia, que ocorreu em 25 de janeiro, a autarquia passou a monitorar o rio mensalmente, antes as análises eram feitas trimestralmente. “Já estávamos acompanhado o rio, porém, através da expedição foi possível estender nosso campo de coleta, ou seja, nossos técnicos colheram amostras em vários pontos, não ficamos limitados a Pirapora”, disse.

Esmeraldo frisa que é importante divulgar que não houve contaminação do Rio São Francisco a jusante da represa de Três Marias. “Essas análises foram checadas de forma rigorosa, um trabalho feito pelo laboratório e por nossos técnicos, que são altamente competentes, tudo de forma clara e transparente, respeitando a população e todos os consumidores de água da região”, finaliza o diretor do SAAE-Pirapora.   

Os laudos estão disponíveis no site do SAAE-Pirapora:

http://www.saaepirapora.com.br/1.0/index.php/saae/noticias/359-relatorios-de-controle-de-qualidade-2019