Mais Lidas
Serão mais de 2 mil metros de rede de esgoto 11/07/2019 13:08

SAAE-Pirapora trabalha na instalação da rede de esgoto na Avenida Benjamim Constant

Autor(a): Onilda Santos - SAAE-Pirapora Foto: Ascom

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Pirapora (SAAE), tem como prioridade, saneamento básico e qualidade de vida para todos os munícipes. Com isso, equipes do autarquia estão trabalhando na instalação de redes de distribuição de água e coleta de esgoto da Avenida Benjamim Constant.

O trabalho que iniciou há duas semanas, conta com duas equipes, no total de oito homens e duas retroescavadeiras. Na primeira etapa foram instalados 1.300 metros de rede de esgoto. Segundo o gerente operacional, Marcelo Barnabé foi necessário fazer uma readaptação de uma parte da bacia do bairro Bom Jesus, invertendo o sentido de fluxo da bacia do Bom Jesus para a Bacia do Centro, beneficiando os moradores daquela região e futuras construções. “Na segunda etapa da obra, serão instalados mais 1.100 metros de rede coletora de esgoto, beneficiando parte dos bairros Santo Antônio e Santos Dumont, totalizando 2.400 metros de rede”, explicou o Marcelo.

O diretor geral do SAAE, Esmeraldo Pereira ressaltou que os problemas existentes no local, alguns antigos, serão resolvidos com a conclusão da Avenida Benjamim Constant. “Temos alguns moradores naquela região sem rede de esgoto, com a obra, regularizaremos a situação de todos, ou seja, será uma solução para vários problemas”, disse. 

Segundo o diretor, com instalação de 1.100 metros de rede coletora de esgoto, será possível coletar e tratar o esgoto da bacia do bairro Santo Antônio e parte Santos Dumont. “Esse esgoto será direcionado para estação elevatória do bairro Alphaville. Com está ação a autarquia deixará de construir uma elevatória de esgoto, que atenderia as bacias dos bairros Santo Antônio e Santos Dumont, economizando recursos financeiros. Todas estas modificações se deve a eficiência da equipe técnica do SAAE, que vem trabalhando e gerando soluções inteligentes, visando sempre o custo benefício e a qualidade de vida da população”, finalizou Esmeraldo.