Mais Lidas
O evento colocará em pauta a qualidade de vida e os diversos tipos de atividade física, praticados em Pirapora. 02/07/2019 15:15

Por mais qualidade de vida, Movimenta Pirapora

Autor(a): Hebert Vinicius/ASCOM. Foto: ASCOM.

A Prefeitura de Pirapora, visando promover e incentivar mais qualidade de vida para a população, realizará no dia 20 de julho o 1º Movimenta Pirapora, na Praça de Eventos na Orla Fluvial.

Esta ação conjunta da Secretaria de Esportes, Juventude e Cultura (Sejuc) e Secretaria de Saúde (Sesau) será aberta para todos os públicos e oferecerá uma programação variada de modalidades esportivas e atividades físicas, que são praticadas pelos desportistas da cidade e adeptos de um rotina de exercícios, em prol dos cuidados com a saúde.

Além de todo o foco na qualidade de vida, o Movimenta Pirapora também possibilitará o aparecimento e a popularização dos diversos tipos de atividades físicas ou práticas que estão surgindo ou em ascensão na cidade, seja nas academias, clubes ou praças esportivas. Para isso, foram firmadas parcerias com empresas e profissionais dos segmentos relacionados.

Movimentar-se por mais saúde

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) em todo o mundo, um em cada cinco adultos e quatro em cada cinco adolescentes (com idade entre 11 e 17 anos) não praticam atividade física suficiente. Alguns grupos populacionais têm menos oportunidades de terem uma vida mais ativa, entre eles: meninas, mulheres, pessoas idosas, com menos recursos financeiros, com deficiências e doenças crônicas, populações marginalizadas e povos indígenas.

A OMS orienta que a atividade física regular é fundamental para prevenir e tratar doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs), como as cardíacas, acidentes vasculares cerebrais, diabetes e câncer de mama e de colo do útero. Essas enfermidades são responsáveis por 71% de todas as mortes no mundo, incluindo as mortes de 15 milhões de pessoas por ano entre 30 e 70 anos.

A inatividade física é mais do que um desafio para a saúde: seus custos financeiros também são enormes. Globalmente, estima-se que a inatividade física custe US$ 54 bilhões em assistência médica direta, dos quais 57% são incorridos pelo setor público e outros US$ 14 bilhões são atribuídos à perda de produtividade.

Parcerias e brindes

O evento contará também com a parceria de empresas e outros órgãos públicos, os quais vão disponibilizar os brindes que serão sorteados durante a execução da programação, que será divulgada nos próximos dias. Haverá caminhada, provas de corrida de rua, apresentação de lutas, capoeira, circuito funcional, pilates e mountain bike, dentre outras atrações.

Cuide-se também e não deixe de participar!