Mais Lidas
Pirapora teve o melhor desempenho, na geração de empregos, nos primeiros meses de 2019. 14/05/2019 17:13

Pirapora é o grande destaque em geração de empregos na região

Autor(a): Hebert Vinicius/ASCOM. Foto: Divulgação.

A Prefeitura de Pirapora, desde os primeiros meses da gestão da prefeita Marcella Fonseca, vem intensificando soluções para a geração de emprego e renda na cidade, com a implementação de ações de curto, médio e longo prazo. Através de parcerias com a Junta Comercial, Sebrae e o segmento empresarial, a administração tem proposto incentivos e mais atratividade para a ampliação e instalação de novas empresas. Apesar da difícil crise econômica que todo o país ainda luta para superar, os resultados destes esforços começam a aparecer.

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados no final do mês de março, Pirapora foi a cidade que mais gerou empregos no Norte de Minas, no primeiro trimestre de 2019.

O levantamento, que aponta a variação absoluta de admissões e demissões nos empregos formais, é fundamentado nos registros feitos pelas empresas, junto ao Ministério do Trabalho e Emprego. Conforme o relatório do Caged, entre o início de janeiro e o último dia de março, em Pirapora foram efetuados 1.285 desligamentos e 1.506 novas contratações, o que totaliza a geração de 221 novos postos de trabalho, no município.

Além de obter o melhor índice, entre as cidades de sua microrregião, onde foi a qual mais gerou empregos, Pirapora sobressaiu também em relação às outras importantes sedes de microrregionais do Norte de Minas. Até mesmo, a maior cidade da região, Montes Claros, gerou menos da metade de empregos, com apenas 99 novas oportunidades, segundo o Caged.

Os números de geração de emprego em Pirapora superaram também os indicadores de Várzea da Palma (que apresentou o saldo de 125 admissões), Janaúba (com 142), Bocaiuva (65) e Salinas (14). Os resultados do mercado de trabalho piraporense são ainda mais significantes, ao observarmos a disparidade, na comparação com Januária (a qual registrou um decréscimo, com o saldo de -9), João Pinheiro (com -13), Teófilo Otoni (-23), Diamantina (-72) e Unaí (-183).

Recentemente empossado como secretário de Desenvolvimento, Emprego e Renda, Darci Maia reforça que o surgimento de mais empregos em Pirapora é o resultado de uma busca contínua, nos últimos dois anos. “A prefeita Marcella tem possibilitado preparar e estruturar o suporte oferecido às empresas da nossa cidade. Além dos cursos de capacitação para os servidores, na operacionalização do SINE, em breve, será disponibilizada também a Sala Mineira de Empreendedorismo, a qual prestará apoio aos microempresários de toda a região, incentivando assim mais oportunidades de crescimento e expansão”. Revelou o secretário Darci Maia.