Mais Lidas
Secretaria de Saúde de Pirapora promove palestras de prevenção as Hepatites Virais 14/07/2017 09:31

Secretaria de Saúde de Pirapora promove palestras de prevenção as Hepatites Virais

Autor(a): kelly Cristina Foto: Ascom

A Secretaria Municipal de Saúde, através do Centro de Promoção à Saúde e Vigilância Sanitária de Pirapora realizou no dia 10/07, no CEPS, o treinamento sobre Biossegurança e Saúde, ação complementar a Campanha de Prevenção às Hepatites Virais.

O coordenador das IST/AIDS e Hepatites Virais de Pirapora e Várzea da Palma, Luiz Henrique de Souza Cunha agradeceu a presença dos profissionais de saúde, em especial aos agentes comunitários de saúde que participaram do treinamento.“As medidas de biossegurança em salões de beleza, estúdios de tatuagem, bem como a adoção de praticas sexuais seguras é a saída para a prevenção de hepatites.Também a vacinação para Hepatite B, que é a melhor forma de prevenção da doença, está disponível gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde. O esquema de imunização consiste em 03 doses da vacina, por isso é fundamental que o cartão de vacina seja levado à unidade”, destacou o coordenador.

A palestra foi proferida pelo farmacêutico e bioquímico, Flávio Natalício Antônio de Souza, que também é o responsável técnico do Laboratório do CTA em Pirapora. Ele explicou que os vírus e as bactérias, são microrganismos que ninguém vê, mas existem aqueles causadores de doenças quando em contato com o homem, são prejudiciais à saúde. “Também a Micose, doença de pele causada por fungos pode afetar, além da pele, as unhas, o couro cabeludo e a virilha, por isso é importante autilização de material esterilizado. Se o material não estiver esterilizado adequadamente, corre-se o risco de contrair a Hepatite, assim como também o vírus HIV que ataca as células do sistema imunológico. A exemplo disso, o vírus da Hepatite C pode permanecer na espátula durante uma semana e 15 dias em esmaltes e tintas”, ressaltou.

A enfermeira que representou a Vigilância Sanitária Municipal, Regina Coeli Nogueira da Silva também apresentou palestra sobre os ‘Riscos Biológicos, em materiais perfuro-cortantes’, e destacou o uso da Autoclave. “Não é permitido à utilização do forninho e nem da estufa. Para a correta limpeza/desinfecção é necessário utilizar solução detergente enzimático, enxaguar em água corrente, secar com pano limpo, colocar na Autoclave por 1 hora e 15min a 123ºc a 30ATM’, informou a enfermeira da VÎSA.