Mais Lidas
Órgãos do poder publico e representantes da sociedade civil debaterem o trânsito de Pirapora 28/09/2017 10:30

Por um novo trânsito em Pirapora

Autor(a): Larissa Rocha Foto:

Convocada pelo vereador Eder Danilo, a primeira audiência pública do trânsito do de Pirapora foi um momento que ressaltou como entidades e membros da sociedade civil desejam uma nova cultura para o trânsito do município.

Na abertura da audiência, Eder ressaltou o aumento acentuado dos acidentes de trânsito e, destes, os que resultam em morte: “Entre os tantos pontos que precisamos buscar melhorias, ressalto a importância da municipalização do trânsito de Pirapora, a situação da BR 365 e a necessidade de criar uma nova cultura comportamental em todos que fazem parte do trânsito”. 

 

Detalhes sobre o trânsito

Respondendo pela Superintendência Municipal de Trânsito (Sumutran), o Cabo Lemos reforçou a importância de momentos como este para transformar a realidade do município: “A administração está fazendo um grande esforço para regularizar diversas situações do trânsito como a sinalização e estrutura das ruas. Ainda este ano serão implantados mais sete semáforos na cidade. Ficamos felizes com o empenho da população para somar conosco e alcançar melhorias”.

O senhor Xavier Sol falou sobre todos os artigos da legislação brasileira que discorrem a responsabilidade que os condutores e pedestres devem ter no trânsito. “O princípios da direção defensiva são conhecimento, previsão, decisão e habilidade. Dessa forma todas as pessoas envolvidas no trânsito precisam estar conscientes d seu papel para exercê-lo com responsabilidade. Sabemos que a lei existe e que a legislação de trânsito brasileira mudou radicalmente as penalidades aos condutores e infratores. Elas devem ser cumpridas.”, reforçou Xavier que é proprietário de um centro de formação de condutores da cidade.

Interagindo com o público, o Tenente Farias do 55º batalhão da Polícia Militar ressaltou o fato de como as pessoas comentem infrações frequentemente. “Realmente houve um aumento notável do número de acidentes, de janeiro a agosto foram um total de 431 acidentes de trânsito, muitas vezes associado à sinalização precária. Mas as pessoas precisam se comportar com respeito e inspirar todos a sua volta a fazer o mesmo. Dar exemplo.”, enfatizou.

 

Participação popular

Muitos moradores de diversos setores expuseram suas reivindicações na tribuna da casa legislativa, informando principalmente os maiores problemas do trânsito em Pirapora.

Entre as reivindicações, as mais citadas foram: sinalização das ruas e avenidas; a falta de consideração com os pedestres; o respeito à legislação federal que garante o direito do cidadão; o esquecimento quanto a idosos e deficientes; a necessidade de união entre toda a população e o poder publico; a má disposição de rotatórias e placas; o uso indevido de cones para o isolamento de áreas; respeito aos ciclistas; rigidez na fiscalização; melhoria no atendimento da empresa de transporte coletivo e pontos de ônibus; a consciência individual e coletiva; entre outros.

Os vereadores Luciano Rodrigues, João Mauricio e Pastor Luís reforçaram a satisfação de fazerem parte da audiência pública. Em seguida pediram também pelo investimento em melhorias no trânsito do município, sendo que o principal ponto abordado foi à educação para o trânsito.

A secretária municipal de educação Mara Bianca Santos Lopes Cardoso informou que o município já tem um programa municipal de educação para o trânsito, que funcionou até 2011. Ela afirmou: “o programa voltará a ativa este ano a partir do trabalho da semana de educação para vida, que se realizará em novembro”. Mara Bianca reforçou também o pedido pela instalação de faixas elevadas próximos as unidades de ensino, principalmente Rui Barbosa e Doutor Otávio.

Representando a prefeita Marcella e respondendo pela Secretaria Municipal de Infra Estrutura, Ildemar Cordeiro agradeceu a participação popular nesta audiência convocada pelo vereador Eder Danilo.

“Estamos aqui para ouvir as necessidades da população, que vive dia a dia os problemas do trânsito. Esse momento e importante também para receber o apoio dos profissionais dos órgãos e entidades ligados ao trânsito, que podem contribuir efetivamente para uma engenharia de trânsito moderna e bem fundamentada para o município, pois cada um possui uma visão estratégica do assunto”, finalizou o secretário.