Mais Lidas
Fortalecimento ao combate a violência contra a pessoa idosa 13/06/2017 18:08

Pirapora inicia atividades de enfrentamento contra violência aos idosos

Autor(a): Thiago Matos Foto: Rhomário Magalhães

Começou na semana passada a programação especial de fortalecimento ao combate a violência contra a pessoa idosa, em Pirapora. O primeiro ato, organizado pela prefeitura, secretaria municipal da Família e Políticas Sociais (SEFAM), por meio da Gerência de Inclusão e Proteção do Idoso (GIPI), foi a visita ao Lar dos Idosos São Vicente de Paulo, que ocorreu dia 09/06, no qual foram distribuídos kits de higiene pessoal e houve um momento de descontração e lazer com direito a música ao vivo e seresta.

Pirapora, de acordo com o IBGE, possui 5 mil idosos. Destes, uma média de mil são atendidos pelo GIPI. Os benefícios se baseiam em orientações para aposentadoria, aquisição de carteira para viagens gratuitas, orientações sobre maus tratos e, também, todas as atividades do Programa Saúde Viver, que há mais de 20 anos existe no município.

Seguindo a programação, na última terça-feira, 13/06, aconteceu no CVT-Uaitec, uma videoconferência com palestras temáticas sobre violência contra os idosos, proferidas pela delegada em Belo Horizonte, Dra. Laís Lima; e pela psicológica Sandra Valéria. A videoconferência reuniu os municípios de Pirapora, Malacacheta, Itajubá, Araxá, Janaúba, Muriaé, Itaúna, Mariana, Itabira, Carmo do Rio Claro, Conceição do Mato Dentro e dentre outras. Somente em Pirapora, 35 pessoas se inscreveram para participar.

“O Brasil já avançou muito no campo legal. Existem muitas legislações específicas para a valorização e proteção do idoso. O que precisa avançar, agora, é a atenção das pessoas e o respeito que eles precisam e merecem. Em nossa cidade, estamos cumprindo e até superando as metas nas políticas públicas de enfrentamento à violência, tanto física, psicológica, abandono, abuso financeiro e sexual contra os idosos”, esclareceu a secretária municipal Heloísa Alves de Almeida Gribel.

Em Pirapora, denúncias podem ser feitas no CREAS, CREAS ou ao GIPI, localizado na avenida Comandante Santiago Dantas, 692, Nossa Senhora Aparecida. O número do telefone é 38.3740.6065.

Amanhã, a programação continua com uma ação de panfletagem no semáforo da avenida Brasil.