Mais Lidas
Ações preventivas estão sendo adotadas há meses. 31/10/2018 16:39

SAAE de Pirapora trabalha na prevenção de alagamentos

Equipes intensificam limpeza nos bueiros e canais, além das bacias.

Autor(a): ASCOM SAAE. Foto: ASCOM SAAE

O SAAE de Pirapora realiza, continuamente, ações preventivas para evitar transtornos para a população. Para amenizar os problemas com alagamentos, neste período com previsão de chuvas, o trabalho de limpeza nos canais e bueiros vem sendo realizado desde o início de 2018. Em alguns casos, até a reconstrução dos bueiros está sendo executada e instaladas as grades de proteção.

Pontos de preocupações da Defesa Civil e do SAAE, as bacias do Cícero Passos e do antigo aeroporto, têm recebido atenção especial com medidas a curto, médio e longo prazo.

Com a proximidade das chuvas, o trabalho foi intensificado nos últimos dias, nos pontos mais críticos de alguns bairros, evitando assim, os alagamentos que foram registrados nas últimas chuvas. O SAAE conta com a parceria da Defesa Civil e de acordo com o coordenador do órgão, Jair Gomes, foram mapeados, previamente, os pontos mais críticos no município. “Desde os meses de agosto e setembro a nossa responsabilidade tem sido de verificar e mapear os pontos mais críticos, em especial nos bairros da parte alta da cidade (Cícero Passos, Santa Mariana, São Geraldo, Shekinah, São Francisco, Cidade Jardim, Nova Pirapora, São João I e II). Nós diagnosticamos os riscos e elaboramos um relatório que foi encaminhado para órgãos responsáveis, como é o caso do SAAE e da Prefeitura, direcionando para a Secretaria de Infraestrutura".

Jair Gomes revelou ainda que, durante todo o mês de outubro, o trabalha das equipes está sendo acompanhado. "Já estamos quase concluindo todos os pontos críticos, limpeza de bueiros, canais, o desaterro das bacias, ou seja, a retirada de terra para evitar que água transborde e invada as casas ao redor. Preocupamos também com a sinalização desses locais para evitar qualquer tipo de acidente. Enfim, o departamento nesse momento está terminando o trabalho da seca, que é o de levar água potável, cestas básicas para a população rural que sofre sem água. É certo que faremos um trabalho de conscientização, mostrando para a população o tamanho do problema quando se joga entulhos, folhagem, ou qualquer outro material que impeça o escoamento de forma correta pela rede de esgoto. Precisamos ser mais consciente de nossas ações e cuidar de nossa cidade”. Finalizou Jair.

Limpeza e reconstrução

Segundo o Chefe do setor de operações e manutenções, Marcelo Mainart, foram limpos os canais dos bairros São Francisco, Shekinah, São Geraldo, Nova Pirapora e, no momento, está finalizando o canal da rua Rotary. Em relação aos bueiros, foi executada a reconstrução de quase todos os bueiros e anexadas as grandes de proteção nos trechos: da av. Brasil com rua Sete Lagoas, av. Brasil com rua Ouro Preto, o da rua Dulce Carvalho com a rua José Jorge Hatem, av. Bonifácio Machado de Miranda, rua Frei Osvaldo Koot com av. Humberto Mallard, rua Maranhão, av. Salmeron, na rua Camilo dos Santos com a rua Raimundo Soares Santana. E atendendo à solicitação fizemos a desobstrução da rede da travessa II, do bairro Bom Jesus, além do desaterro das bacias do bairro Cícero Passos e do antigo Aeroporto,

A equipe que é composta por 5 profissionais, dispõe de uma retroescavadeira, um caminhão pequeno e uma pá carregadeira. Mainarth relatou ainda que em alguns bairros a situação é bem mais crítica em relação a sujeira, como foi o caso dos bueiros da Avenida Brasil e no canal do Cícero Passos, próximo ao São Sebastião. “Em média, já chegamos a retirar uma carroceria de entulho desses canais. Mas o que nos surpreende são os bueiros, em apenas um bueiro retiramos 20 sacos cheios de sujeiras, dentre sacolas, sacos plásticos, garrafas pets, folhagem de árvores, terra e areia”.

O diretor geral do SAAE, Esmeraldo Pereira, afirmou que um maior cuidado da população no descarte de resíduos diminuiria o entupimento e pode reduzir substancialmente os alagamentos. “São alguns gestos simples que podem contribuir com a cidade, como não jogar lixo na rua, guardar os materiais de construção em casa e fazer a varredura diária das calçadas”. Orientou o diretor.