Mais Lidas
SAAE monitora as águas do São Francisco 30/01/2019 14:09

SAAE monitora as águas do São Francisco

Autor(a): Tiago Rodrigues Foto: Ascom

Após a tragédia ocorrida em Brumadinho/MG, o SAAE-Pirapora segue fazendo uma vigilância constante na qualidade da água do rio São Francisco, buscando também informações junto aos órgãos governamentais que acompanham a onda de rejeitos oriunda da barragem que rompeu.

De acordo com o boletim da Agência Nacional de Águas (ANA), publicado dia 29 de janeiro, a chance daonda de rejeitos alcançar o reservatório da Usina Hidrelétrica de Três Marias é remota, pois os resíduos serão amortecidos no reservatório da barragem de Retiro Baixo, em Pompéu/MG, último embarramento do rio Paraopeba antes dele chegar no São Francisco.

Já a Defesa Civil de Minas Gerais e o Serviço Geológico do Brasil, divulgaram que essa lama mais tensa do que a de Mariana/MG, não chegará àusina de Três Marias, pois já se estabilizou no leito do rio Paraopeba e o deslocamento só seria possível se houvesse uma forte chuva, o que não está previsto, segundo a meteorologia. Então, pelo relatório de monitoramento,a previsão é de que todo o rejeito fique retido na hidrelétrica de Retiro Baixo,que está há 300km de Brumadinho.

Segundo o biólogo da autarquia, Patrick Valim, o SAAE monitora o rio São Francisco conforme determina a Portaria de Consolidação nº 05 - do Ministério da Saúde, que estabelece meios de controle e vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. “Essaportaria determina que as análises sejam feitas no manancial de abastecimento, durante o tratamento nas ETAs (Estação de Tratamento de Água) e na rede de distribuição de água. Então o monitoramento é constante, só que agora com uma atenção redobrada”, relata o biólogo.

Walim acrescenta ainda que, os técnicos do SAAE estão em contato com os órgãos oficiais em busca de informações, para justamente antever qualquer alteração na qualidade da água que chega à Pirapora.“Existe todo um trabalho e uma metodologia, além de diversas análises de parâmetros, como radioatividade, agrotóxicos, metais pesados e cianobactérias, para garantir a qualidade da água que é servida à população. Eo SAAE segue todas, através das ETAs e do laboratório de controle de qualidade da água”, finaliza.