Boletim diário da vazão do Rio São Francisco

Nestes dias de chuvas intensas estamos disponibilizando aqui o boletim diário da vazão do Rio São Francisco. Nele é possível visualizar o volume de água que chega na barragem UHE Três Marias (afluência), como também a quantidade que a usina libera por dia (defluência).

Além disso, divulgaremos na medida de porcentagem o volume útil da barragem e em metros o nível do Rio São Francisco em Pirapora/MG.

Para informações complementares é possível acessar o site da CEMIG https://www.cemig.com.br/usina/tres-marias/  ou baixar na sua loja de aplicativo do celular o PROX.

Em caso de emergência ligue:

Corpo de Bombeiros – 193

Defesa Civil – 38.3740-6166 ou 38.98863-7085

 

NÍVEL DO RIO SÃO FRANCISCO VOLTA A SUBIR

Com a cheia do Rio São Francisco e com o aumento no volume de água liberada pela barragem de Três Marias a Prefeitura de Pirapora, através da Defesa Civil realizou uma inspeção e orientação aos residentes das margens do rio São Francisco.

Infelizmente algumas residências que ficam as margens do rio no bairro Sagrada Família começaram a ter o seu "quintal" inundados. Diante disso a Prefeitura de Pirapora, através da Defesa Civil realizou uma vistoria para fins de orientação e oferecimento de suporte para qualquer necessidade que possam ter, afim de evitar danos materiais e preservar vidas. Pois além do incômodo da água, também existe a presença de animais peçonhentos que buscam abrigo em local seco e seguro. O Prefeito de Pirapora, Alex Cesar falou sobre a importância desse trabalho que a Defesa Civil tem realizado.

“Toda equipe tem se empenhado para preservar a segurança dos piraporenses, mesmo nesse cenário triste que é a água inundando alguns pontos da nossa cidade, precisamos manter a calma para colocar em prática toda a nossa organização”, comenta o Prefeito.

Boletim diário da vazão do Rio São Francisco

Nestes dias de chuvas intensas estamos disponibilizando aqui o boletim diário da vazão do Rio São Francisco. Nele é possível visualizar o volume de água que chega na barragem UHE Três Marias (afluência), como também a quantidade que a usina libera por dia (defluência).

Além disso, divulgaremos na medida de porcentagem o volume útil da barragem e em metros o nível do Rio São Francisco em Pirapora/MG.

Para informações complementares é possível acessar o site da CEMIG https://www.cemig.com.br/usina/tres-marias/ ou baixar na sua loja de aplicativo do celular o PROX.

Em caso de emergência ligue:

Corpo de Bombeiros – 193

Defesa Civil – 38.3740-6166 ou 38.98863-7085

DEFESA CIVIL INFORMA

A Prefeitura de Pirapora, por meio da Defesa Civil esclarece que vem dando todo suporte necessário paras famílias, durante a evacuação das ilhas.

Um plano de ação que envolve as secretarias municipais, Corpo de Bombeiros, Marinha do Brasil, Policia Militar, Guarda Civil, Secretaria da família e Políticas Sociais, Secretaria de Infraestrutura e demais secretarias, foi elaborado e nele contempla o atendimento em todos os âmbitos desde evacuação a fornecimento de suporte e abrigo. Até o momento, a Defesa Civil de Pirapora vem fazendo o possível para atender todas as demandas solicitadas pelos presidentes das Associações da Ilhas.

O contato direto é com os presidentes das ilhas vem sendo feito, que atuam como porta voz e também nossos parceiros. Orientamos que os residentes das ilhas procurem os seus presidentes e repassem a eles suas necessidades.

Pirapora em alerta com a cheia do Rio São Francisco

As ações de prevenção contra desastres provocados pelas chuvas continuam em Pirapora.
Desde a última semana com os alertas emitidos pelo Serviço Geológico do Brasil – CPRM e o Boletim diário da Usina Hidrelétrica de Três Marias, que comunica o aumento da vazão de defluência e o grande volume de águas do rio Abaeté, que o município de Pirapora está alerta com relação ao nível do rio São Francisco.
Todos os órgãos envolvidos nas ações de socorro, Defesa Civil Municipal, Marinha do Brasil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Civil, Secretaria de Projetos e Obras, Secretaria da Família e Políticas Sociais, Secretaria de Saúde, SAAE e Secretaria de Educação vem se mobilizando e alinhando ações afim de diminuir os danos causados pelo desastre ou mesmo evitar qualquer situação de risco.
Com o aumento do nível do rio, no último sábado todos os envolvidos nas ações de socorro estiveram reunidos no Auditório da Polícia Militar, para uma reunião de alinhamento e mobilização, onde ficou definido os próximos passos diante da previsão de cheia do Velho Chico e a evacuação imediata das Ilhas Fluviais: Coqueiro, Pimenta e Marambaia, afim de garantir a segurança de todos os seus moradores. Todos os presidentes das ilhas foram informados pela Defesa Civil da necessidade da evacuação das mesmas. Também no sábado a Defesa Civil realizou juntamente com a Marinha do Brasil e Corpo de Bombeiros, vistoria onde foi registrado o início da inundação da ilha do Coqueiro.
Na tarde de ontem (10/01) a Defesa Civil, Marinha do Brasil e Polícia Militar esteve reunida com os presidentes das associações das Ilhas Fluviais, para saber da real situação e se todos evacuaram a área. Foi constatado que na Ilha do Coqueiro ainda existia algumas famílias, o que foi necessário uma operação em conjunto, envolvendo a Marinha do Brasil, Defesa Civil, Policia Militar e Corpo de Bombeiros. Todos foram orientados a evacuar a área e inclusive uma família foi conduzida ao município pela própria equipe.
Cada ação tem impactado de uma maneira diferente na prevenção de desastres, pois o objetivo principal das forças militares e municipais é preservar a vida humana. A Defesa Civil faz um alerta para que a população não se arrisque e evite as áreas de risco, e que os ribeirinhos estejam atentos ao aumento do nível do rio.
"Muitos municípios de Minas Gerais estão em situação de emergência, e pedimos que os piraporenses evitem as áreas de risco, não é o momento de nadar no Rio São Francisco. Sejamos todos cautelosos, pois nossas vidas não tem preço. Em caso de perigo ou inundações acione o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil." comenta Carla Dias, coordenadora da Defesa Civil de Pirapora.

DEFESA CIVIL E GCM PARTICIPAM DE EVENTO PROMOVIDO PELA POLICIA MILITAR

A Guarda Civil Municipal – GCM e a Defesa Civil de Pirapora participaram hoje, 07/01, no Centro de Convenções do lançamento da Operação Férias Seguras 2022.

O evento, que é uma realização da Polícia Militar de Minas Gerais, com o apoio da Prefeitura de Pirapora, tem a finalidade de fomentar as ações de polícia ostensiva e a preservação da ordem pública.

Além da PM e prefeitura, diversos órgãos do sistema de defesa social são parceiros nesta operação. “Recentemente iniciamos um processo de qualificação do nosso efetivo da GCM e estamos com um Grupamento Operacional Especial, que dará todo o suporte para a PM e também para as ações da Defesa Civil, que está com várias demandas neste período chuvoso. Além disso, faremos um esquema especial nestas de férias, para resguardar os prédios públicos, principalmente os mais vulneráveis”, comentou o Comandante da guarda, Jefferson Martins de Moura

Participaram do evento o Corpo de Bombeiros, Policia Civil, Marinha, Policia Militar Rodoviária, Policia Penal, Conselho Tutelar e autoridades civis e militares.

AÇÕES PREVENTIVAS SÃO REALIZADAS EM PIRAPORA NO PERÍODO CHUVOSO

A Prefeitura de Pirapora, por meio da Defesa Civil, Secretaria de Infraestrutura, Secretaria da Família e Políticas Sociais destaca as ações preventivas que são realizadas no período de chuva. Com o apoio do Corpo de Bombeiros, Policia Militar, Marinha, Guarda Civil Municipal e SAAE diversas intervenções vem acontecendo no município, com o objetivo principal de preservar a vida humana e reduzir possíveis dados materiais que a população possa sofrer.

Com o acumulado de 215.8 mm nos últimos 15 dias e previsão de mais chuva para o restante da semana a Defesa Civil vistoria as áreas de risco da cidade e lugares que possam sofrer alagamentos, um exemplo é a bacia do Cícero Passos. Outra ação preventiva importante está sendo realizada pela Marinha que visitou os moradores das ilhas do rio São Francisco, falando da possibilidade de evacuação em caso de inundação pela cheia do Velho Chico. Já a Guarda Civil Municipal e a Policia Militar trabalham com a interdição de pontos que costumam alagar, durante a chuva, por exemplo o inicio da Avenida Bonifácio Machado de Miranda.

A Secretaria a de infraestrutura e o SAAE exercem ações em conjunto para desobstruir canais e agilizar o escoamento da água. A organização vem sendo o diferencial em Pirapora, pois cada instituição sabe como agir para auxiliar a população, nas ações preventivas que evitam desastres. O prefeito de Pirapora Alex Cesar comenta sobre esse cenário atípico.

“Chuva é sempre bem-vinda, mas acompanhada de ventos e em grande volume como tem acontecido fazem a nossa população sofrer, o que podemos fazer é melhorar a nossa infraestrutura e nos organizar para minimizar os impactos causados. Assim que o período chuvoso acabar faremos investimentos em infraestrutura. Eu sei que muitos pontos de Pirapora precisam da nossa atenção e todos os problemas serão assistidos e na medida do possível solucionados”. Comenta o Prefeito.

KIT DE EQUIPAMENTOS É ENTREGUE PARA DEFESA CIVIL DE PIRAPORA

A Prefeitura de Pirapora, por meio da Defesa Civil recebeu a caminhonete e outros materiais enviado pelo governo do estado. Com objetivo de fortalecer o trabalho realizado no município e oferecer melhoria na atuação o kit possui: caminhonete S10, notebook, trena digital e cinco coletes.

A escolha das cidades que receberiam o material foi através de processo seletivo, na qual a coordenadoria da Defesa Civil do município apresentou projetos, documentos e ações que contaram pontos.

“É preciso agradecer ao governador Romeu Zema pela iniciativa e ao prefeito Alex Cesar que não mediu esforços para alcançar essa conquista. E dizer que, o recebimento deste kit é de grande valia, pois além de vir em um período de chuvas, onde temos diversas ocorrências, estes equipamentos vêm para somar os esforços em atender as intempéries que possam ocorrer em nosso município e também garantir mais qualidade na execução das ações de Defesa Civil.” Comenta Carla Dias, coordenadora da Defesa Civil de Pirapora.

PLANO DE CONTINGÊNCIA DA DEFESA CIVIL É ANALISADO EM PIRAPORA

A Defesa Civil de Pirapora esteve reunida nesta quarta-feira, 29/12, com autoridades civis e militares no 55º Batalhão da Polícia Militar, para expor e discutir o plano de contingência em caso de desastres naturais, provocados principalmente pela grande quantidade de chuvas.

Este ano, na região do norte de minas, existe a previsão de ocorrência de chuvas em grande volume e de forma concentrada, acendendo um alerta sobre possíveis alagamentos.

De acordo com a coordenadora da Defesa Civil, Karla Diana, o Plano de Contingência possibilita que os órgãos estejam alinhados para atender a população e direcionar para os pontos de apoio para garantir a segurança dos moradores.

Representantes da Secretarias de Projetos e Obras, Infraestrutura da Família e Políticas Sociais, Guarda Municipal, Marinha, Polícia Militar, Bombeiros e Saae estiveram presentes, e reafirmaram o compromisso de atuar em conjunto caso haja qualquer anormalidade.

Na oportunidade ficou definida uma comissão para atuar preventivamente, acompanhar os alertas, divulgar através dos meios de comunicação e, se necessário agir em caso de emergência para garantir a segurança.

União que faz a Diferença

A Coordenadoria da Defesa Civil de Pirapora, realizou nas últimas duas semanas a entrega de cestas básicas para pessoas em situação de vulnerabilidade e que foram afetadas pela pandemia da Covid – 19. Doadas pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, as cestas chegaram em Pirapora pela Defesa Civil Estadual que dividiu a doação entre todas as cidades mineiras.  

O Município de Pirapora recebeu 150 cestas básicas que foram distribuídas em diversos bairros da cidade com o apoio da Policia Militar e Guarda Civil Municipal. A doação foi destinada aos cadastrados nos Centro de Referência da Assistência Social – CRAS.  A coordenadora de Defesa Civil, Carla Diana falou sobre a importância de agir e cuidar de quem precisa.

“A pandemia afetou diretamente diversas famílias em Pirapora e a Defesa Civil está empenhada em atender e trabalhar para amenizar os impactos causados pela Covid – 19. Sabemos que esse alimento é um paliativo e temos que proporcionar uma maneira de sanar essa crise. Por isso a gestão do prefeito Alex tem buscado maneiras de fortalecer a economia local.” comenta Carla.